domingo, 25 de agosto de 2013

Acordeon Scandalli Super VI, modelo conservatório. Eletrificada em agosto de 2013, com novos microfones e componentes.








domingo, 12 de maio de 2013

segunda-feira, 22 de novembro de 2010


O acordeon profissional, com caixa de ressonância e, no mínimo 4 vozes, tem um som encorpado, com frequências baixas, médias e agudas, tanto nas teclas quanto nos baixos. Uma boa eletrificação deve ser fiel ao som do instrumento, dando "peso" e realçando as belas frequências desse instrumento. 



Nesse acordeon, a máquina de registros foi retirada para melhor fixação dos microfones, posicionados em frente da caixa de resonância do teclado. Dessa forma, o som do teclado fica mais encorpado e, por ficar escondido atrás da máquina de registros, a tampa do acordeon continua limpa, com pouca fiação aparente. 


Preso a um elástico, o microfone não absorve as vibrações da mecânica do instrumento, diminuindo os ruídos resultantes do manuseio do acordeon.


O acabamento permite retirar a tampa do acordeon a qualquer momento, seja pra manutenção do instrumento, limpeza, ou troca de bateria.


Detalhe do elástico que dá suporte aos microfones condensadores importados.





Circuito alimentador dos microfones. Jack roldana estério, já com liga e desliga imbutido, onde o próprio plug do cabo aciona o circuito, evitando esquecimentos e eventuais gastos desnecessários da bateria.


Detalhe do jack roldana utilizado nesse acordeon. Firme e resitente, evitando ruidos.

Eletrificação em acordeons polifônicos

Acordeons polifônicos têm, em geral, um timbre mais agudo em relação ao acordeon com caixa de ressonância. Esse tipo de eletrificação, compensa a perda de ganho em um acordeon em terça de voz com 3 ou 4 microfones condensadores nas teclas e 2 ou 3 microfones nos baixos, dependendo do gosto do cliente


Jack roldana estério. Mais segurança e firmeza ao conectar o cabo, evitando interferências.


Led luminoso que informa quando o circuito está ativo e se a carga da bateria 9 volts está baixa. Pode ser instalado ou não, conforme gosto do cliente.


1 potenciômetro para as teclas e 2 para controle de volume dos baixos, permitindo o contrele diferenciado de cada lado do acordeon.


Circuito ativo que alimenta os microfones condensadores importados, propiciando um som puro, de alto ganho e baixa microfonia e ruído. Ideal para músicos exigentes.


Disposição dos microfones permite a captação de cada nota por igual, gerando um som fiel ao som do intrumento.


Microfone interno ao fole do acordeon, responsável pela captação das baixas frequências, impressindíveis para uma boa eletrificação.


O fio que liga os microfones externos dos baixos ao circuito alimentador passado de forma sanfonada. Sem rupturas, interferências ou "gambiarras".



. O acordionista ainda dispõe de 2 cabos diferenciados, mono ou estério, sendo que no último o controle de cada canal separadamente proporciona uma maior qualidade de som e ganho, resultando em um som agrádável, forte, sem impurezas e com excelente gain.